Coisas importantes para se saber e fazer

"Os textos abaixo estão à disposição para consulta e divulgação. 
Porém, se for publicá-los, pedimos a especial gentileza de mencionar os créditos desse site." 
Márcio Pontes, Cia Polichinelo

O teatro de bonecos possui uma verdadeira gama de possibilidades para sua execução, tanto na confecção dos bonecos como na concepção cênica. Quase tudo é válido.

O importante é ter em mente o espetáculo que se quer e o que cada boneco irá fazer no momento que estiver em cena. Para isso é necessário um estudo prévio de cada cena e de cada boneco.

Após essa análise, passa-se para a confecção dos bonecos propriamente dita, e aí existem outras inúmeras possibilidades para esse fim. A pesquisa mais uma vez é o ponto de partida para saber se aquele material irá dar ao títere a textura, a forma, a característica e o movimento que se deseja.

Há muitas maneiras de se construir um boneco. Na internet há vários vídeos que estão à disposição e que ensinam diferentes formas de construí-los no todo ou em partes.

Sugiro aos interessados que façam uma busca usando palavras chaves em outros idiomas como o inglês (puppets), o espanhol (títeres), ou o português europeu (marioneta). Há bastante coisa para ver.

Estudar cada técnica de manipulação (sombras, balcão, luva...) e entender seu mecanismo é uma necessidade primordial que vai ajudar inclusive na escolha do texto. Uma técnica e um texto que não combinam podem resultar numa grande dificuldade.

Vale ressaltar que a manipulação dos bonecos também necessita de algumas horas de exercícios. Para um bom resultado cênico é preciso dedicar tempo para conhecer o boneco que se irá manipular antes de levá-lo à cena. Estudar o que é possível fazer com ele, as suas articulações e suas limitações pode tornar mais fácil o trabalho de movimentá-lo no palco.

O boneco deve ser a resposta do ator diante do ímpeto da representação. É a exteriorização dos seus movimentos e reações. Ele, o ator, deve lembrar disso sempre, em todos os momentos que estiver em cena, para animar com verdade o títere que vai manipular.

Dizemos que o ator/manipulador precisa exaurir possibilidades técnicas para que possa, uma vez em cena, esquecer da técnica para se dedicar completamente à representação.

Uma vez elaborados os bonecos e com os estudos a pleno vapor é hora de cuidar de todo o resto. A cenografia, os figurinos e a iluminação precisam estar a favor de dois tópicos: a história e a manipulação. Eles precisam ser criados para ajudar, como boas engrenagens, na representação do espetáculo.

Cada técnica de manipulação pede um tipo de cenário e os bonecos, por conseguinte, pedem roupas e adereços que não os privem de seu desempenho cênico (exatamente como os atores de carne e osso) e mais uma vez o estudo prévio pode poupar muito esforço desnecessário.

A iluminação do teatro de bonecos precisa também ser analisada caso a caso, mas alguns conselhos podem ajudar. Estude o “clima” que se quer em cada cena, e tente descartar o que não for de extrema necessidade. Pense no primordial para cada cena/cenário e só depois inclua detalhes de iluminação. 

Dicróicas, leds, lanternas e pimbins podem ser usados para iluminar pequenas áreas. No caso do teatro de sombras, as mais usadas são as dicróicas (com ou sem dimmer) que devem ficar de cima para baixo na hora de iluminar a tela por trás. Evite colocá-las com o foco bem meio da tela, para que a platéia não veja diretamente o brilho da lâmpada. 

Para os cenários, pesquise tecidos, tintas e material. Papelão, papiêr maché e madeira são excelentes recursos. Lembre-se de todos os truques das aulas de artes da escola, e mais uma vez, estude. 

Pra finalizar, seria bom dizer que não existe uma forma definida/definitiva para a realização do teatro de bonecos. O que existem são conselhos e caminhos. O caos, às vezes, também cria excelentes resultados. 

O importante é colocar a mão na massa e fazer. Teatro (também o de bonecos) se aprende, de verdade, praticando. 


LEIA TAMBÉM:

Falando sobre Bonecos

Os bonecos no mundo

Os bonecos no Brasil

Algumas expressões e curiosidades

O teatro de bonecos, a criança e a educação

Links e vídeos